O UNIVERSO PODE TER INTELIGÊNCIA? CIENTISTAS QUEREM TESTÁ-LO

O UNIVERSO PODE TER INTELIGÊNCIA? CIENTISTAS QUEREM TESTÁ-LO

31/10/2023 0 Por cetico.kf

Algumas ideias fantásticas ou mesmo malucas às vezes encontram o apoio de cientistas respeitados, o que apenas alimenta o interesse por elas. Por exemplo, o físico Gregory L. Matloff publicou um artigo no qual falava sobre a sua convicção de que o universo tem uma mente.

Parece um fragmento de uma história de fantasia, mas Matloff acredita que sua afirmação pode ser testada ou refutada experimentalmente.

O cientista tem certeza de que a “protoconsciência” do Universo está se espalhando por toda parte, e as estrelas são dotadas de “consciência de grupo” e controlam o movimento umas das outras.

A ideia do panpsiquismo (animação universal da natureza) surgiu há muito tempo, mas uma crença banal em si não vale nada, e os cientistas que aderem a esse conceito estão dispostos a aplicar a ciência para verificação. Matloff tem sorte de ter ao seu lado o matemático Roger Penrose e o neurocientista Stuart Hameroff.

Aliás, os dois últimos são os autores da sensacional hipótese Redução Objetiva Orquestrada , que descreve a consciência humana como resultado de interações quânticas complexas. Eles acreditam que existe um determinado campo que permeia o mundo inteiro e que os pensamentos das pessoas estão interligados.

Para ser justo, vale a pena mencionar o físico alemão Bernard Haisch, que em 2006 sugeriu que qualquer consciência nasce em um “vácuo quântico” condicional, e qualquer sistema de energia forma sua própria mente. O neurocientista Christoph Koch tentou descrever a consciência matematicamente.

Como vimos, Gregory L. Matloff tem muitos apoiadores que querem testar a ideia do panpsiquismo num futuro próximo.

O primeiro passo é acompanhar o movimento de milhares de estrelas, corrigir quaisquer anomalias e tentar entender por que estrelas frias irradiam energia em uma determinada direção.

Bernard Haisch e Christoph Koch já iniciaram pesquisas locais e estão estudando várias doenças do cérebro, e também estão tentando unir as mentes dos ratos em uma única “rede cerebral” que lhes permitiria controlar o comportamento de todos os roedores nela incluídos. .

Recentemente, uma tendência curiosa tem sido observada: a linha entre realidade e fantasia está gradualmente se confundindo.

Christoph Koch está confiante de que no futuro será encontrada a relação mais sutil entre todos os objetos do universo, e ele, junto com outros cientistas, continuará a procurar evidências.

--------> Ajude a manter o site, colabore via PIX [email protected]