Viagem no tempo? Hieróglifos egípcios mostrariam helicóptero e avião

Viagem no tempo? Hieróglifos egípcios mostrariam helicóptero e avião

17 de outubro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Inscrições de 3 mil anos no templo do faraó Seti  retratariam veículos com tecnologia moderna

Hieróglifos presentes no templo de Seti I, no Egito, atiçam a imaginação de teoristas da conspiração há décadas. Isso porque as inscrições milenares em suas paredes retratariam veículos modernos, como um helicóptero. Seriam essas imagens a prova da existência de viagens no tempo?

Viajantes do tempo no Egito Antigo?

O santuário, também conhecido como Grande Templo de Abidos, foi construído pelo faraó Seti I, que governou entre 1290 a.C e 1279 a.C. Além do hieróglifo que parece um helicóptero, o santuário abriga outras inscrições que lembram um avião e um submarino. Essas supostas representações de tecnologia moderna foram interpretadas por algumas pessoas como evidências da presença de viajantes do tempo ou entidades extraterrestres no Antigo Egito.

Templo de Seti I
Templo de Seti I (Imagem: Roland Unger (CC BY-SA 3.0), via Wikimedia Commons)

Apesar dessas especulações, arqueólogos afirmam que há uma explicação perfeitamente plausível para os hieróglifos misteriosos. Segundo os pesquisadores, as imagens são um exemplo de pareidolia, um fenômeno psicológico no qual as pessoas veem formas reconhecíveis em nuvens, formações rochosas ou objetos. Outros exemplos de pareidolia incluem a percepção de um sarcófago ou de um portal em Marte.

Segundo os arqueólogos, a verdadeira explicação por trás das imagens que parecem veículos modernos tem a ver com os legados de diferentes governantes. No antigo Egito, era comum que os hieróglifos fossem reesculpidos ao longo do tempo, especialmente quando um novo faraó assumia o poder. Assim, a imagem do “helicóptero” é o resultado da reutilização da pedra esculpida ao longo do tempo.

Interior do templo de Seti
Interior do templo de Seti (Imagem: Olaf Tausch (GNU Free Documentation License, version 1.2), via Wikimedia Commons)

Os pesquisadores explicam que a  inscrição inicial foi feita durante o reinado de Seti I e se traduz como “Aquele que repele os nove [inimigos do Egito]”. Essa inscrição foi posteriormente preenchida com gesso e reesculpida durante o reinado de Ramsés II com o título “Aquele que protege o Egito e derruba os países estrangeiros”. A sobreposição entre as duas inscrições forma a imagem que se assemelha a um veículo moderno.