Terraplanistas provam que estão errados no documentário da Netflix

Terraplanistas provam que estão errados no documentário da Netflix

30 de dezembro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

E lá vamos nós….. de novo…..

Um novo documentário chamado “A Terra é Plana”, ( em inglês Behind The Curve) foi lançado recentemente na Netflix, tentando compreender como os terraplanistas acreditam em uma ideia tão falsa.

O documentário recebeu críticas positivas, já que o foco do documentário não foi sobre a “teoria maluca”, e sim na questão humana do movimento.

Em um vídeo, um terraplanista chamado Jeran, criou um experimento simples para provar que a Terra é plana.

Ele usou duas tábuas, ambas com um buraco a uma altura de 5,18 metros acima do nível da água, uma câmera e outra pessoa (Henrique) segurando uma lanterna na mesma altura e alinhada com os buracos.

Se a Terra fosse plana, não importava o quanto distante Henrique estivesse, a luz passaria pelos buracos. Mas em uma Terra esférica, teria que considerar a curvatura.

Dada a distância de Henrique dos buracos, ele teria que posicionar a luz acima de sua cabeça (7 metros acima do nível da água) para que ela fosse vista.

Quando o experimento começou, a luz não apareceu na câmera. Jeran, perplexo, telefonou para Henrique para confirmar a altura da luz a 5,18 metros acima do nível do mar.

Em uma Terra plana, ele deveria estar vendo a luz. Ele então pediu a Henrique para levantar a luz acima de sua cabeça. E eis que a luz resplandeceu.

“Isso é interessante”, Jeran comentou no vídeo.

Este experimento tem sido um “kriptonita” para os terraplanistas desde 1836, quando o inventor Samuel Birley Rowbotham  foi o primeiro a fazer no rio Old Bedford.

Ainda assim, é importante continuar a repetir experimentos clássicos, pois a repetição é um dos pilares da ciência. [IFLSCIENCE]

Você pode conferir o vídeo abaixo: