Tecnologia para criar oxigênio respirável em Marte é criada por pesquisadores

Tecnologia para criar oxigênio respirável em Marte é criada por pesquisadores

11 de dezembro de 2019 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Missões de colonização pelo Sistema Solar esbarram em inúmeros problemas, e um dos principais é como criar oxigênio. Levar enormes e pesados tanques de gás ao Espaço não é uma opção, já que cada quilograma que sai do nosso planeta em foguetes custa cerca de $90 mil dólares por quilo.


Por isso é tão essencial descobrir uma forma de criar oxigênio respirável. E foi justamente isso o que pesquisadores da ‘Caltech’ conseguiram desenvolver!

O novo dispositivo criado pelos especialistas pode extrair oxigênio do dióxido de carbono (um gás muito abundante em Marte, por exemplo).

tecnologia foi inspirada nos cometas, que fazem esse tipo de interação química naturalmente.

O processo funciona através de energia cinética, que inicia uma reação química. As moléculas de água liberadas pelos cometas podem ser aceleradas pelo vento solar, e estas liberam oxigênio quando são lançadas de volta na superfície do cometa com impacto considerável.

“Na época, achamos que seria impossível combinar os dois átomos de oxigênio de uma molécula de CO2, porque o CO2 é uma molécula linear, e você teria que dobrar a molécula radicalmente para que funcionasse”, disse o professor Konstantinos P. Giapis em uma declaração. “Você está fazendo algo realmente drástico para a molécula.”

O dispositivo funciona como um mini acelerador de partículas. A molécula de dióxido de carbono tem um elétron removido, se tornando eletricamente carregada, e aí pode ser acelerada usando um campo elétrico. Uma colisão quebraria a molécula liberando oxigênio.

Obviamente, o dispositivo ainda precisa ser aperfeiçoado já que, por enquanto, para cada 100 moléculas de dióxido de carbono aceleradas, o reator produz apenas uma ou duas moléculas de oxigênio.

Os pesquisadores estão empolgados com essa nova tecnologia, que poderia ser usada para futuras missões interplanetárias, além de oferecer uma solução para reduzir os gases de efeito estufa na atmosfera do nosso próprio planeta, o que pode nos salvar em um futuro não muito distante.