Porsche mais preto do mundo vira “armadilha mortal” no Japão

Porsche mais preto do mundo vira “armadilha mortal” no Japão

17 de julho de 2022 0 Por ucrhyan
Compartilhar:

Você certamente já viu um Porsche 911 preto rodando por aí, certo? Afinal, este é um dos modelos de superesportivos mais clássicos da tradicional e cobiçada marca alemã. Agora, um Porsche 911 “mais escuro que a noite”, como o que a Koyo Orient Japan preparou, eu aposto que você ainda não viu.

O Porsche “mais preto do mundo” tem feito sucesso (e assustado algumas pessoas) no Japão. Segundo o pessoal do Sora News 24, a “culpa” é de um tom de tinta chamado Musou Black, desenvolvido justamente pela Koyo Orient Japan, e que já foi aplicado em outro modelo anteriormente, um Mitsubishi Lancer, mas sem tanta repercussão.

O tom da Musou Black é tão escuro, mas tão escuro, que o Porsche 911 fica quase 100% camuflado. Isso ocorre porque a tonalidade em questão reflete apenas 0,6% da luz que incide sobre o carro. Isso significa que ele absorve 99,4% do total, o que o torna quase imperceptível, algo que beira o absurdo em se tratando de um carro tão chamativo.

Porsche “mais preto do mundo” gera preocupação

O resultado da transformação do Porsche no carro “mais preto do mundo”, já que a tinta é considerada até mais escura do que a Vantablack, utilizada pela BMW em uma X6 durante a edição 2020 do Salão do Automóvel de Frankfurt, está rodando em um vídeo no YouTube. E os comentários dos internautas são os mais variados possíveis.

O tom da maioria, no entanto, é de preocupação. Alguns dizem ter medo do número de acidentes que um carro tão escuro, que praticamente não é perceptível, pode causar. Outros apostam que um caminhão facilmente “passaria por cima” do Porsche, justamente por não vê-lo, e um outro chegou a rotular o 911 alemão de “armadilha mortal”.

Vale ressaltar que o Porsche pintado com a Musou Black na cidade de Gifu só foi liberado para rodar nas ruas após os responsáveis pela pintura conseguirem a liberação junto às autoridades locais. A tinta é tão “perigosa” que está à venda no site oficial com uma série de avisos. Entre eles, o alerta de que “não é enviada para endereços militares” e que você precisa se cuidar para “não virar um ninja” (brincadeira, claro).