Pesquisador descobre um objeto anômalo em “forma de estrela” no Deserto da Argélia

Pesquisador descobre um objeto anômalo em “forma de estrela” no Deserto da Argélia

14 de abril de 2022 1 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:



Um caçador de anomalias afirma ter descoberto um objeto anômalo enterrado no deserto da Argélia enquanto observava imagens de satélite.
O curioso é que a anomalia tem o formato de uma estrela com cinco pontas…

Scott C Waring, o famoso caçador, acredita que seja um objeto “alienígena” que foi deixado sob as areias do deserto argelino, e até forneceu as coordenadas de sua descoberta:
29°14’25″N 7°02’11″W (clique para ver no Google Earth).

Destacando a forma de pentagrama que o objeto anômalo possui, Waring escreveu em seu site Ufo Sightings Daily:
“Na borda da Argélia, encontrei algo que parece um OVNI de cinco pontas e parece antigo. Parece muito, muito antigo… é incrível ou o quê?”
Uma nave alienígenaUma nave alienígena?
Mostrando uma versão colorida da captura de tela, Scott acrescentou:
“Quando aprimorei a imagem e a afiei, pude ver que ela tem cinco pontos e há áreas escuras aqui e uma grande saliência no topo. Parece uma nave espacial antiga que pousou e foi enterrada por milênios.”



Uma estrutura antiga?
Segundo o Google Earth, o objeto foi marcado como “H 666”, o que pode significar que é uma colina, e também indica que seria um parque em Oum El Assel, uma cidade pouco povoada da província de Tindouf, um Cidade argelina localizada a 1.460 quilômetros a sudoeste de Argel.
E embora exista a possibilidade de ser apenas uma estrutura feita pelo homem, muitos usuários que viram o vídeo(logo abaixo) escreveram que poderia ser uma nave alienígena e que até tinha uma aparência metálica.





nquanto outro sugeriu que um par de túneis poderia ser visto subindo a colina.

No entanto, é muito possível que essa estrutura seja simplesmente uma construção antiga e não exatamente uma espaçonave alienígena, como alguns youtubers questionáveis ​​e pesquisadores de desktop já afirmaram “com total certeza” e com zero evidências.

Afinal, o que faria uma nave faria exposta à vista de todos por tanto tempo?

Você caro(a) leito(a), arisca um palpite?