Objeto espacial confundido com nave alienígena, pode não estar sozinho

Compartilhar:

Lembram do Oumuamua?

O objeto interestelar que a cerca de 3 semanas atrás deu toda aquela confusão sobre ser alienígena ou não. Vocês não vão acreditar, mas pode ser que o Oumuamua não seja o único visitante interestelar que temos aqui no nosso sistema solar.

Novo estudo

De acordo com um novo estudo, recentemente disponibilizado para pré-visualização no arXiv.org, milhares de objetos semelhantes ao Oumuamua podem estar presos no Sistema Solar, sendo que centenas das suas órbitas podem ser identificadas e quatro destes objetos já terão mesmo sido observados.

Os objetos são o 2011 SP25, o 2017 RR2, o 2017 SV13 e o 2018 TL6.

Esses objetos estão confinados na maior parte do tempo entre as órbitas de Júpiter e Netuno, mas durante a sua maior aproximação do Sol, eles passam perto da Terra.

Usando características orbitais, os pesquisadores descobriram que devem existir centenas de objetos interestalres do tamanho do Oumuamua, nas suas contas, 66 desses objetos têm um diâmetro entre 100 metros e 10 km.

E de acordo com eles ainda, esses objetos poderiam ser observados pelo LSST, o telescópio que será inaugurado no Chile na próxima década e que terá um belo trabalho com esses objetos.

Mas como isso acontece?

O sistema Sol-Júpiter atua como uma rede de pesca que abriga alguns milhares de objetos capturados a qualquer momento, explicou Loeb em declarações à Forbes.

Os objetos acabam por ser expulsos do sistema, contudo novos são capturados e, por esse mesmo motivo, mantém-se uma população estável.

Os cientistas descobriram, através de simulações computorizadas, que o nosso Sistema Solar pode estar repleto de milhares de objetos semelhantes ao misterioso Oumuamua e que centenas podem ser identificados a partir das suas órbitas. Os especialistas de Harvard identificaram ainda quatro potenciais objetos interestelares.

De acordo com os cientistas, o fenômeno pode ser mais comum do que se pensava até então.

A pesquisa de um objeto como o Oumuamua está abrindo o leque de descobertas de uma maneira sem precedentes, imaginem milhares de objetos espalhados pelo sistema solar e que foram capturados de outros sistemas, ou que foram aprisionados aqui no nosso sistema.

Fontes:

https://www.forbes.com/

https://www.digitaltrends.com/

https://arxiv.org/pdf/1811.09632.pdf

Europa Press

 

KF