Objeto anômalo cai no Chile e autoridades temem que possa ser radioativo

Objeto anômalo cai no Chile e autoridades temem que possa ser radioativo

29 de janeiro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Tempo de leitura: 2 min.

Em 15 de janeiro passado, um “objeto anômalo” caiu numa zona mineira da Região de Antofagasta, no Chile e foi confirmado em 20 de janeiro que “todos os que tiveram contacto no local” onde caiu o corpo estranho, estão sob vigilância.

Objeto anômalo cai no Chile e autoridades temem que possa ser radioativo
Foi determinado que objeto possa ter sido lixo espacial.

O diretor regional, Ricardo Munizaga, explicou ao site EMOL:

“Em geral, todas as pessoas que estavam no local desde o primeiro minuto passam por um processo de vigilância para poder monitorá-las caso tenham alguma afetação, pois estamos apenas realizando todos os testes de campo para descartar um risco à saúde em pessoas.”

Vale ressaltar que a agência Uno publicou um vídeo em sua conta no Twitter que mostra o local onde ocorreu o evento e onde são vistos dois trabalhadores manuseando o corpo estranho. Ela também informou que o pessoal especializado em Hazmat de Pome France em Santiago iria a Antofagasta para trabalhar com bombeiros na área, a fim de analisar possíveis radiações, segundo o El Mercurio de Antofagasta.

Nesse sentido, Rodrigo Riveros, capitão da Sexta Companhia de Bombeiros, afirmou que esta informação foi recebida “por nós” na segunda-feira (17). No entanto, uma equipe de bombeiros (todos especialistas em materiais perigosos), além de pessoal especializado de órgãos públicos como Sernageomin, deslocou-se ao interior da região, especificamente ao entorno da cratera de Monturaqui, de onde saem os aquíferos de onde as mineradoras extraem água .

Munizaga reiterou:

“Todas as pessoas que ali estiveram, inclusive as que foram ao local para colher as amostras, todas entram em uma lista para observar como estão suas condições de saúde até chegar o resultado oficial e descartar que haja algum risco ou podem ser afetados por algo no futuro.”

E, ao mesmo tempo, sublinhou que “felizmente não caiu numa cidade“.

Quem também se referiu aos acontecimentos deste dia, foi o ministro do Interior, Rodrigo Delgado. Em primeiro lugar, confirmou que o vídeo que circulou nas redes sociais “é verdade”.

Mas, além disso, ele salientou:

“[Fui] informado no dia em que isso aconteceu e foi classificado na altura como corpo estranho que caiu numa zona mineira no norte do país e mesmo quando as pessoas que avistaram este objecto em queda, eles perceberam que alguns fenômenos estranhos ocorreram no local, e é por isso que uma equipe especializada é enviada para investigar não apenas o rastro que deixou, mas também os materiais de que esse elemento seria composto.”

Nesse sentido, Munizaga especificou que até agora alguns testes de medição de alcance, radioatividade e contaminação foram realizados no ponto. Mas, ele enfatizou que outros ainda estão faltando.

Ele concluiu:

“Também temos que trabalhar com a Comissão Chilena de Energia Nuclear, veja com Sernageomin, estamos em uma série de etapas de estudos. Eles já começaram ontem e durante os próximos dias os resultados serão entregues gradualmente e só os oficializaremos então.”

(Fonte)