O que tem dentro de um Buraco Negro? Astrônomos fazem descoberta surpreendente

O que tem dentro de um Buraco Negro? Astrônomos fazem descoberta surpreendente

14 de março de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

O que há dentro de um buraco negro é uma incógnita para muito de nós, e a ciência ainda luta arduamente para nos conseguir fornecer algumas respostas. O que nos leva a Enrico Rinaldi, pesquisador da Universidade de Michigan que recentemente publicou um estudo.

Ele e outros pesquisadores decidiram utilizar de computação quântica para desvendar o que há dentro de um buraco negro, gerando um resultado surpreendente.

Segundo Rinaldi, tanto o universo quanto o buraco negro poderia ser um holograma, conforme o estudo divulgado na PRX Quantum.

Esse estudo é uma visão mais profunda do que realmente poderia haver dentro de um desse buraco negro, e também uma tentativa de compreender a dualidade holográfica. Que nada mais é do que uma conjectura matemática que tenta conectar teorias de partículas e suas interações e a teoria da gravidade.

A dualidade holográfica

A dualidade holográfica, em sua essência, compreende que a teoria da gravidade e a teoria das partículas são ambas equivalentes, então, matematicamente a teoria da gravidade acontece também na teoria das partículas.

Enquanto a gravidade descreve três dimensões, a teoria de partículas consiste apenas em duas. Desse modo os pesquisadores acreditavam que sondando em cima dessa ideia, seria possível compreender o que há dentro de um buraco negro.

“NA TEORIA DA RELATIVIDADE GERAL DE EINSTEIN, NÃO HÁ PARTÍCULAS – HÁ APENAS ESPAÇO-TEMPO. E NO MODELO PADRÃO DA FÍSICA DE PARTÍCULAS, NÃO HÁ GRAVIDADE, HÁ APENAS PARTÍCULAS”, DISSE RINALDI. “CONECTAR AS DUAS TEORIAS DIFERENTES É UMA QUESTÃO DE LONGA DATA NA FÍSICA – ALGO QUE AS PESSOAS TENTAM FAZER DESDE O SÉCULO PASSADO.” DISSE ELE.CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Usando de modelos de matriz quântica e conectando essas duas teorias, os pesquisadores foram capazes de estudar mais a fundo a dualidade gráfica. Esse modelo de matriz usado é constituído em bloco de números, que é uma estrutura padrão em computadores quânticos. 

E nessa estrutura a teoria das partículas é representada por cordas unidimensionais, que segundo Rinaldi, ajuda os pesquisadores a encontrar o estado fundamental, que é muito importante para permitir criação a partir dele. Sendo assim, eles conseguem criar modelos que podem ser usados para descreverem como é a gravidade dentro de um buraco negro.

Credito: Enrico Rinaldi/U-M, RIKEN and A. Silvestri

Mas o universo é um holograma?

Quando falamos de hologramas, automaticamente pensamos em modelos que são comuns em filmes de ficção cientifica e vídeo games. Nesse estudo, o holograma apontado pelo pesquisador Rinaldi é muito diferente do que imaginamos.

Ele usa de ambas teorias para conseguir entender como seria dentro do buraco negro, ou seja, como ele funciona quando o interior entra em contato com o exterior usando como base a teoria da gravidade, sendo assim ele seria representado em 3D, mas em sua superfície ele seria bidimensional por conta da teoria de partículas que não é capaz de funcionar em três dimensões. Sendo assim ele tem uma aparência holográfica porque não o vemos como um objeto 3D.

É importante frisar que se trata de um estudo e não uma prova real, mas existe algumas pessoas que acreditam que restante do universo possa funcionar desse modo.

De fato é um estudo muito interessante.