O QUE CAUSOU OS RAIOS VERMELHOS VISTOS NO RIO GRANDE DO SUL

O QUE CAUSOU OS RAIOS VERMELHOS VISTOS NO RIO GRANDE DO SUL

16 de agosto de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Tempestades com muitos raios atingiram o Nordeste do estado gaúcho na noite de ontem e vieram com granizo grande e vendavais destrutivos

Tempestades fortes a severas atingiram na noite de segunda-feira os vales, a Grande Porto Alegre, a Serra Gaúcha e o Litoral Norte. Os temporais, localmente destrutivos, vieram com granizo de médio a grande tamanho e ainda rajadas de vento fortes a intensas que provocaram danos na região metropolitana, na Serra e Litoral Norte. Em Canoas, estação meteorológica na base aérea registrou vento de 120,5 km/h.

A supercélula que passou pelo Vale do Rio Pardo, a Grande Porto Alegre e o Litoral Norte foi responsável por causar uma altíssima frequência de raios. Os relâmpagos se sucediam a cada segunda no céu da região metropolitana antes da chegada do temporal, sinalizando uma forte tempestade iminente. Grande parte dos raios era nuvem-nuvem, mas houve também raios do tipo nuvem-solo.

As descargas acompanhavam a evolução da supercélula de tempestade na dianteira de uma frente fria que avançava pelo Rio Grande do Sul. O sistema frontal trouxe muitos raios também na Metade Norte gaúcha, incluindo a Serra Gaúcha que foi assolada igualmente por vendavais em alguns municípios, sobretudo mais a Leste da região.

,

Na Serra gaúcha, o que chamou atenção foram raios de coloração avermelhada que foram observados a partir de Caxias do Sul. O registro das descargas de cor vermelha foi feito pelo colaborador da MetSul na cidade da Serra Denis Goerl.