Nova teoria: alienígenas poderiam colonizar a galáxia sem naves estelares

Nova teoria: alienígenas poderiam colonizar a galáxia sem naves estelares

15 de junho de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Nova teoria propõe uma maneira um tanto incomum de se explorar o espaço.

Créditos: Wikipedia

A busca por sinais de civilizações extraterrestres é uma das principais tarefas que os pesquisadores espaciais estabeleceram para si e seus colegas. Mas e se esses sinais estiverem escondidos, disfarçados por astros nômades que poderiam passar despercebidos por nosso olho atento?

Até agora, nenhum desses sinais foi encontrado, então os cientistas precisam se contentar apenas com teorias. Recentemente, a pesquisadora russa Irina K. Romanovskaya sugeriu que civilizações extraterrestres poderiam estar colonizando a galáxia sem terem naves estelares. Essa teoria é que tais seres poderiam usar os chamados planetas nômades – objetos celestes com massa de natureza planetária, mas não conectados pela gravidade com nenhuma estrela.

Os pesquisadores observam que criar uma enorme nave capaz de transportar a bordo tudo o que é necessário para a tripulação nos volumes certos é um empreendimento incrivelmente caro, que pode levar muitos anos para ser criado. Planetas órfãos podem ter tudo o que é necessário para a existência de viajantes interestelares. É por isso que os cientistas devem voltar sua atenção para os planetas nômades.

“Planetas flutuantes podem fornecer gravidade superficial constante, grandes quantidades de espaço e recursos. Planetas flutuantes com oceanos de superfície e subsuperfície podem fornecer água como um recurso consumível e para proteção contra a radiação espacial”, diz Irina. Ela vê um planeta flutuante como um bom meio de repovoamento – colocando espécies biológicas na rocha itinerante para fornecer formas de vida para recomeçar em uma nova rocha espacial.


Planetas nômades existem e já foram detectados, como o CFBDSIR214947.2-040308.9, a 100 anos-luz de nós.
Fonte: Delorme et al.

A teoria parece viável, assumindo que esta civilização inteligente pode tolerar viagens extremamente lentas para seu destino. E se eles quiserem ou precisarem de uma fuga rápida? “As tecnologias podem ser usadas para modificar o movimento de planetas flutuantes. Se a fusão nuclear controlada tem o potencial de se tornar uma importante fonte de energia para a humanidade, então também pode se tornar uma fonte de energia para viajantes interestelares em planetas flutuantes”, diz Irina.

Alguma civilização avançada já estaria viajando pela nossa galáxia em um planeta flutuante? Irina pensa assim e oferece maneiras de encontrá-los. “Emissões inexplicáveis de radiação eletromagnética observadas apenas uma ou poucas vezes ao longo das linhas de observação de sistemas planetários, grupos de estrelas, galáxias e regiões aparentemente vazias do espaço podem ser tecnoassinaturas produzidas em planetas flutuantes localizados ao longo das linhas de observação; a busca por planetas flutuantes é recomendada em regiões onde ocorrem emissões inexplicáveis ou fenômenos astronômicos.” Será possível?

Fonte