NASA RECONSTRÓI O QUE OS ASTRONAUTAS DA MISSÃO APOLLO 16 VIRAM NA LUA

NASA RECONSTRÓI O QUE OS ASTRONAUTAS DA MISSÃO APOLLO 16 VIRAM NA LUA

4 de maio de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

A agência espacial usou dados coletados pela espaçonave robótica Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) para mostrar o ponto de vista dos astronautas

Para comemorar os 50 anos da missão Apollo 16, a NASA lançou um vídeo que recria a visão que os astronautas tiveram quando pousaram na Lua em abril de 1972. Para isso, a agência espacial usou dados coletados pela espaçonave robótica Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), que desde 2009 orbita o satélite natural da Terra. Uma das funções do equipamento é produzir os primeiros mapas 3D precisos da superfície lunar.

Rotas percorridas na Lua

Durante a missão Apollo 16, o comandante John Young e o piloto do módulo lunar, Charles Duke, permaneceram durante 71 horas na superfície da Lua, tempo durante o qual realizaram três caminhadas lunares, que duraram no total um pouco mais de 20 horas. A missão foi também tripulada pelo piloto do módulo de Comando, Thomas K. Mattingly, que, junto aos outros dois astronautas, conseguiram retornar à Terra com quase 96 quilos de mostras lunares.

 John Young na Lua
 John Young na Lua

A partir dos mapas 3D produzidos pelo LRO, a agência espacial produziu um vídeo que mostra o local de pouso da missão, nas terras altas da cratera Descartes, no lado visível da Lua. As imagens mostram a área e as rotas percorridas pelos astronautas ao longo de três dias de atividades na Lua.

O vídeo começa com a câmera voando para oeste sobre o terreno que os astronautas viram enquanto pousaram e termina com uma visão dramática da cratera North Ray, local explorado por eles durante a missão. As imagens são acompanhadas pelas transmissões reais de áudio entre a tripulação e a base terrestre, em Houston, nos Estados Unidos. 

A Apollo 16 (que aconteceu entre 16 e 27 de abril de 1972) foi a décima missão tripulada no programa espacial Apollo, e a quinta e penúltima a pousar na Lua. As atividades exploratórias consistiam em vários objetivos, entre eles avaliar, coletar e analisar materiais e recursos na região de Descartes, executar experimentos de superfície e realizar experimentos em voo e tarefas fotográficas. Além disso, os astronautas também fizeram experimentos em gravidade zero.

Fontes NASA e Curiosmos

Imagens iStock e Charlie Duke/ NASA, via Wikimedia Commons