NASA quer criar cidade flutuante para humanos em Vênus

NASA quer criar cidade flutuante para humanos em Vênus

7 de fevereiro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Pode até parecer estória de filme de Hollywood, mas não é…


Todos nós já sabemos (há muito tempo) que a exploração de Vênus é muito complicada, e por isso todos os esforços são direcionados ao planeta Marte. Mas mesmo assim, os planos de uma criar uma colônia flutuante em Vênus são reais, e a NASA propôs uma nova idéia para visitar o vizinho mais próximo da Terra. Trata-se de uma espécie de nave espacial enorme, que mais parece uma cidade, que flutuaria sobre as nuvens venusianas. Parece coisa de filme… mas não é.

Vênus é, de fato, mais próximo da Terra do que Marte, e sua distância varia entre 38 milhões e 261 milhões de km, enquanto que para chegar no Planeta Vermelho são necessários 56 ou 401 milhões de km. Além disso, o raio de Vênus, que é de 6.052 km é bem parecido com o da Terra, que tem 6.371 km.

Apesar dessas semelhanças, Vênus não tem mais nada a ver com o nosso planeta. Até hoje, nenhuma sonda feita por nós conseguiu passar mais de 2 horas em sua superfície, pois sua pressão atmosférica é incrivelmente esmagadora, sendo 92 vezes maior do que a pressão da Terra. A temperatura média em Vênus também não é pra brincadeiras: 462°C é apenas a média em sua superfície, além de suas intensas atividades vulcânicas. Sua atmosfera (pra piorar a situação) é composta de gás carbônico com pouco hidrogênio, e suas nuvens são compostas de ácido sulfúrico.

colônia em Venus

Ilustração mostra cidade flutuante em Vênus.
Créditos: Mary Su / edição: Richard Cardial
Mas se Vênus é praticamente uma versão real do inferno, por que a NASA o colocaria em seus planos? E pra piorar, por que pensar em colonizar um planeta como esse?

A NASA está disposta a aceitar todos os desafios envolvidos nessa difícil exploração, mas a agência espacial mais forte do mundo planeja se estabelecer a cerca de 50 km acima do solo de Vênus, pois a essa altitude, as condições (pressão, gravidade, etc…) são bastante similares às da Terra, o que facilitaria (e muito) a estadia de nós, seres-humanos. A temperatura chega a 75°C, o que não é confortável, mas é exequível. A gravidade é inferior à nossa, mas é boa o suficiente para reduzir os efeitos da gravidade zero no organismo. Além disso, a proteção atmosférica da radiação solar seria praticamente a mesma da Terra.

Mas como seria essa colônia em Vênus?

A idéia de criar uma colônia flutuante em Vênus já vem sendo idealizada desde 1970, pelos russos, pois apesar de ser um planeta com uma superfície nada amigável, as regiões próximas de suas nuvens fornecem um ambiente bastante estável e surpreendentemente habitável.

projeto da Russia para colonizar planeta

Projeto russo de colônia em Vênus, proposto em 1970.
Créditos: Science Popular Illustrations.ru
Clique na imagem para ampliar
As cidades flutuantes teriam posições fixas, e seriam como dirigíveis de aproximadamente 130 metros de comprimento, inflados com hélio, acompanhados de um dirigível menor e robótico, de 31 metros. Quanto a energia, seria possível captá-la com cerca de mil metros quadrados de painéis solares instalados nos dirigíveis, já que o planeta está bem próximo do astro.

O design ainda está sendo desenvolvido a partir de tecnologias novas, no entanto, ainda deve levar uma década para ser finalizado.

Segundo a NASA, para que essa colônia saia do papel e se torne realidade, deveríamos primeiramente enviar uma sonda robótica para realizar investigações preliminares em sua atmosfera, e em seguida, enviar uma missão tripulada pra passar 30 dias flutuando nas nuvens venusianas. Após isso, uma equipe de dois astronautas passaria um ano em Vênus, e finalmente, seriam enviados civis para viver nas colônias flutuantes. Bem, vamos torcer pra que tudo dê certo!

Imagens: (capa-ilustração) / Mary su / Richard Cardial / Science Popular Illustrations. ru