NASA detecta fenômeno estranho e inexplicável na borda do Sistema Solar

NASA detecta fenômeno estranho e inexplicável na borda do Sistema Solar

1 de novembro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Pesquisadores não conseguem entender as enormes ondulações que distorcem a região conhecida como heliopausa

Cientistas anunciaram que detectaram uma distorção estranha e inexplicável na borda do Sistema Solar. A descoberta foi feita por meio das sondas interestelares Voyager 1 e 2 e do satélite IBEX, da NASA. De acordo com os especialistas, o fenômeno se localiza na região da heliopausa, o limite entre a heliosfera (a bolha de vento solar que abrange o Sistema Solar) e o meio interestelar (o material entre as estrelas).

Enormes ondulações

Cientistas liderados por Eric Zirnstein, pesquisador em física espacial da Universidade de Princeton, identificaram novos detalhes inesperados sobre essa zona. As observações foram feitas a partir de um pico na pressão dinâmica do vento solar que ocorreu durante alguns meses em 2014. Ao examinar os dados obtidos pelos equipamentos da NASA, os pesquisadores perceberam que a superfície da heliosfera é distorcida por enormes ondulações que aparecem em um ângulo inesperadamente oblíquo (ou inclinado).

Borda do Sistema Solar

“Parece estar faltando uma força motriz para essa assimetria que está conectada ao vento solar e sua interação com o meio interestelar”, disse Zirnstein. “Outros sistemas estelares com astrosferas podem ser semelhantes em sua assimetria, mas tudo depende das propriedades da própria estrela e do meio interestelar ao seu redor”, completou.

As medições feitas pelas sondas Voyager 1 e 2 também sugerem que a forma da heliopausa muda de forma significativa. Os pesquisadores ainda não têm uma explicação para o fenômeno. O envio de uma nova sonda em 2025 deve ajudar a solucionar o mistério.