Mamãe coruja protege ovinho de pato até ele eclodir em segurança

Mamãe coruja protege ovinho de pato até ele eclodir em segurança

30 de outubro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

A dona de casa Laurie Wolf estava no quintal de sua residência observando suas aves de estimação quando de repente notou que uma pata estava movendo seus ovos de uma birdhouse (ou caixa de pássaro) para outra.

“A caixa de pássaro dela tinha sido invadida por alguma coisa”, disse Laurie ao portal The Dodo.

Fazia sentido que a mamãe pato tivesse levado o ovo para outra caixa, para mantê-lo em segurança, mas Laurie não conseguiu distinguir em qual das caixas ela tinha o deixado.

Ela acabou se esquecendo desse assunto, reconhecendo que o ovo, em qualquer uma das caixas de pássaro, estaria seguro.

Um mês depois, ela se deparou com uma cena ao mesmo tempo estranha e adorável em uma das caixas do quintal.

Laurie descobriu que a mamãe pato tinha movido seu ovo para uma caixa onde vivia uma coruja, que cuidou dele durante todo esse tempo.

“Eu tinha visto a pata trocando o ovo de caixa, mas não esperava que ele tinha parado no espaço da coruja. Sabia que tinha um ovo na caixa da coruja, mas na minha cabeça, o ovo era dela, e não da pata. Houve uma grande confusão, e no final das contas, só me lembro de ver certa manhã a coruja e o patinho juntos na porta,” disse a dona de casa.

De alguma forma, a coruja reconheceu que o ovo precisava de ajuda, não se importando em cuidar dele nos trinta dias seguintes, até ele se chocar.

Ela continuou cuidando e mantendo o patinho por perto até ele crescer o suficiente para voltar, por conta própria, de volta à sua família.

A dupla de aves parecia incrivelmente confortável e à vontade juntos, aconchegando-se um ao outro na porta da caixa de pássaro, como se fossem mãe e filho.

Os patos recém-nascidos levam até três dias para deixar seus ninhos após chocarem, quando ouvem seus pais chamando por eles. E foi exatamente o que aconteceu: seus pais, preocupados, chamaram o filhote e, ele, despedindo-se da coruja, foi ao seu encontro.

“Ele despediu-se da coruja, pulou para fora da caixa e correu para encontrar seus pais, que o esperavam,” disse Laurie.