Maior cobra peçonhenta das Américas é capturada em avenida usada para prática de atividade física

Maior cobra peçonhenta das Américas é capturada em avenida usada para prática de atividade física

16 de setembro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

O Corpo de Bombeiros fez a captura de uma cobra surucucu-pico-de-jaca na região conhecida como Lago da C., em Alta Floresta (790 km de Cuiabá). A surucucu, que é considerada a maior serpente peçonhenta das Américas, estava em uma avenida usada por muitas pessoas para prática de atividade física como corrida, caminhada e ciclismo. 

Segundo informações apuradas pela reportagem, um casal avistou a cobra na avenida Jaime Veríssimo de Campos (avenida do aeroporto), por volta das 20h do último sábado (10) e acionou o Corpo de Bombeiros.

Quando os militares chegaram ao local viram a serpente perto da via, mas já dentro da mata.

Depois de muito trabalho, o animal de aproximadamente dois metros foi capturado e levado ao batalhão. Neste domingo (11), houve a soltura da cobra em local adequado que não traga riscos à população.

A serpente 

A surucucu-pico-de-jaca costuma viver em florestas tropicais, como de Alta Floresta, onde há o bioma Amazônia. De acordo com informações do Portal Amazônia, a surucucu fica ativa (caçando) no período da noite. Ela pode ser agressiva, dando botes longos e altos quando ameaçada.

Seu veneno no organismo do acidentado provoca reações semelhantes ao veneno das jararacas acrescidas de diarréia, bradicardia, hipotensão arterial e choque.

Assim como as jararacas, a surucucu se alimenta animais menores, em especial mamíferos, como roedores e marsupiais. A serpente fica toda enrolada à espera da presa, calculando o momento ideal para atacar.