James Webb e Hubble capturam imagens inéditas de ‘galáxia fantasma’; veja fotos

James Webb e Hubble capturam imagens inéditas de ‘galáxia fantasma’; veja fotos

30 de agosto de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

A M74 está a aproximadamente 32 milhões de anos-luz da Terra e esta é a primeira vez que ela é fotografada com tamanha nitidez

Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla original) divulgou na manhã desta segunda-feira, 29, imagens inéditas da M74, conhecida como a Galáxia Fantasma, distante aproximadamente 32 milhões de anos-luz da Terra. As fotos foram capturadas em um esforço conjunto dos telescópios James Webb Hubble, em parceria com a Nasa e a Agência Espacial Canadense (CSA, em inglês).

A Galáxia Fantasma está na constelação de Peixes e, segundo a ESA, é um dos alvos preferidos dos astrônomos por ter os “braços espirais bem definidos e proeminentes”. Neles, as lentes do James Webb puderam captar fragmentos de poeira e gás, que saem do interior da estrutura, como visto nas imagens.

Imagem rara da M74, conhecida como Galáxia Fantasma, onde é possível ver fragmentos de poeira e gás nos braços espirais
Imagem rara da M74, conhecida como Galáxia Fantasma, onde é possível ver fragmentos de poeira e gás nos braços espirais 

O nome popular da M74 foi dado pela dificuldade de se encontrá-la no espaço sem o auxílio de equipamentos profissionais. De acordo com a ESA, as observações da Galáxia Fantasma fazem parte de um esforço maior e conjunto entre as agências para classificar outras 19 galáxias próximas e responsáveis pela formação de estrelas.

Com a adição do telescópio James Webb e sua tecnologia de infravermelho, os astrônomos agora pretendem localizar especificamente as regiões das galáxias onde as estrelas são formadas, medir precisamente as massas e idades dos corpos celestes, além de estudar melhor a natureza dos pequenos grãos de poeira que vagam pelo espaço intergaláctico.

Esforço conjunto de agências espaciais e telescópios de alta definição permite ver estrutura da M74, conhecida como Galáxia Fantasma


,,Esforço conjunto de agências espaciais e telescópios de alta definição permite ver estrutura da M74, conhecida como Galáxia Fantasma 

“Ao combinar dados de telescópios operando por meio do espectro eletromagnético, os cientistas podem obter entendimento melhor sobre os objetos astronômicos do que se usassem apenas um observatório – mesmo que ele fosse tão potente quanto o James Webb”, explica a ESA.