Incrível embrião de dinossauro totalmente intacto encontrado dentro de ovo fossilizado

Incrível embrião de dinossauro totalmente intacto encontrado dentro de ovo fossilizado

7 de março de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:



Na região sul da China, um espécime muito bem preservado de um dinossauro foi encontrado dentro de seu próprio ovo, o que nos deu um quadro completamente diferente em relação ao desenvolvimento embrionário dos dinossauros.
É um embrião bem preservado cuja postura se assemelha à das aves modernas e revela que as ligações que já consideramos entre aves e dinossauros são certamente mais próximas do que se pensava anteriormente.
“Este embrião de dinossauro dentro de seu ovo é um dos fósseis mais bonitos que já vi”, disse o autor do estudo, Steve Brussate. O paleontólogo também acrescentou que a forma como o embrião se aconchega dentro do ovo é mais uma evidência da relação entre as aves atuais e seus ancestrais dinossauros.

Este fóssil data de cerca de 72 a 66 milhões de anos e é um oviraptorossauro, pertencente à família dos terópodes, que são descritos como criaturas emplumadas com bicos, em vez de dentes, que lembram os papagaios atuais. Eles também tinham cristas, como um pássaro .
Os dinossauros desta categoria foram extintos no final do Cretáceo com a chegada do meteorito que eliminou grande parte da produção primária e secundária. 
Houve algumas espécies de aves do grupo terópodes que prevaleceram apesar da catástrofe.
Presume-se que este achado possa ter vindo à tona aproximadamente 10 anos antes, no entanto, a equipe do museu descobriu-o recentemente e o expôs aos olhos dos pesquisadores para apreciar em detalhes todas as informações que este pequeno fóssil tem para nós.

Este fóssil de dinossauro não aviário é um dos mais completos já encontrados e sugere comportamentos de pássaros atuais daqueles tempos remotos. O pequeno esqueleto que este fóssil apresenta tem cerca de 23cm da cabeça à cauda e a posição “dobrada” em que se encontra não coincide com a dos seus primos dinossauros mais distantes.
“Este excepcional novo embrião fóssil sugere que alguns comportamentos iniciais de desenvolvimento (dobramento) muitas vezes pensados ​​como exclusivamente aviários podem estar mais profundamente enraizados na linhagem dos terópodes”, escrevem os autores.

Por outro lado, anteriormente em fósseis de terópodes, havia sido relatado o achado de dinossauros com a cabeça abaixo das asas, em uma posição bem conhecida nas aves atuais, porém, poucos embriões foram encontrados, o que dificulta o conhecimento das posturas e comportamentos antes da eclosão.
Conclui com a esperança de continuar descobrindo espécimes desse tipo para ter uma visão mais precisa do que era e estudar as etapas de dobramento dessas criaturas.
A informação foi publicada na 
iScience .