ESPÉCIE DE PEIXE QUE NASCE FÊMEA E VIRA MACHO É DESCOBERTA NO OCEANO ÍNDICO

ESPÉCIE DE PEIXE QUE NASCE FÊMEA E VIRA MACHO É DESCOBERTA NO OCEANO ÍNDICO

27 de outubro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Encontrada nos arredores das Maldivas, espécie vive entre 40 e 70 metros de profundidade

Cientistas descobriram uma nova espécie de peixe vivendo a uma profundidade entre 40 e 70 metros no Oceano Índico, ao redor das Maldivas. Esse peixe, que recebeu o nome de bodião-fada-do-véu-rosa (Cirrhilabrus finifenmaa) nunca se aproxima dos recifes de coral da superfície e possui uma característica impressionante: esses animais nascem fêmeas e se transformam em machos.

De acordo com informações da Revista Planeta, a espécie é uma das muitas que vivem na zona mesofótica do oceano, isto é, entre as águas rasas iluminadas pelo sol e o oceano escuro e profundo.

“A zona mesofótica é uma das regiões menos exploradas nos recifes de corais”, declarou Yi-Kai Tea, quem faz pós-doutorado no Australian Museum Research Institute em Sydney, ao The Guardian.

Esta área está geralmente situada a uma profundidade estranha, não profunda o suficiente para pesquisar com submarinos, muito complexa para arrastar e dragar e muito profunda para mergulhar com técnicas tradicionais de mergulho”, disse Tea.

Bodião e a capacidade de se transformar

O bodião-fada-do-véu-rosa, assim como as demais espécies de bodiões, é capaz de mudar de aparência e sexo conforme envelhece. A princípio, esses peixes são fêmeas, mas com o tempo amadurecem como machos e se tornam mais coloridos, a fim de se exibirem para as fêmeas durante as épocas de acasalamento.

De acordo com a fonte, a descoberta fez parte da iniciativa Hope for Reefs da Academia de Ciências da Califórnia, que tem o objetivo de entender melhor os recifes de coral de todo o mundo, a fim de protegê-los.