Descrita nova espécie de macaco que só existe na Amazônia: o uakari dos Kanamaris

Descrita nova espécie de macaco que só existe na Amazônia: o uakari dos Kanamaris

20 de junho de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

A Amazônia acaba de ganhar uma nova espécie de primata descrita pela ciência. O uakari dos Kanamaris (Cacajao amuna) é um macaco de pelagem totalmente branca no corpo e a face sem pelos e de tom avermelhado. O animal foi observado na região do Rio Tarauacá, que banha os estados do Acre e Amazonas. O nome escolhido para batizá-lo é uma homenagem ao grupo indígena Kanamaris do Juruá.

Endêmico do bioma amazônico, ou seja, ele só existe ali e em nenhum outro lugar do mundo, o uakari dos Kanamaris se difere de outras espécies do mesmo gênero, o Cacajao, por suas características morfológicas. Em geral, as demais apresentam um pelo com tons que vão desde o amarelo, passando pelo laranja até o marrom.

A descrição da nova espécie foi divulgada em artigo científico na publicação internacional Molecular Phylogenetics and Evolution, que tem como autor principal o pesquisador brasileiro Felipe Ennes Silva, do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá.

As diferentes espécies do gênero Cacajao: a letra A é o do recém-descrito

Além de fazer coleta de DNA de alguns indivíduos, o cientista também estudou exemplares das outras espécies existentes em museus do Brasil, Estados Unidos e Europa para comparar os diversos espécimes.

O macaco uakari tem como habitat uma área que fica a 700 km de onde as demais espécies são encontradas. Todavia, é uma região que tem sofrido muito com o desmatamento, já que fica próximo à BR-364, que liga os municípios de Rio Branco a Cruzeiro do Sul, no Acre.

“Os primeiros dados que analisei também mostram que esta espécie é sensível às mudanças climáticas, o que nos mantém em alerta, principalmente pelo fato do status de conservação do macaco ainda não estar definido”, disse Silva, em entrevista ao portal de notícias G1.

No mapa estão as regiões onde as diferentes espécies são encontradas

Foto de abertura: Marcelo Santana