Curiosity registra nuvens se movendo nos céus de Marte; veja as imagens

Curiosity registra nuvens se movendo nos céus de Marte; veja as imagens

24 de fevereiro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

rover Curiosity, da NASA, registrou nuvens de Marte se movimentando acima do seu atual local de exploração, o Monte Sharpe, para medir a velocidade delas. No entanto, não foi tão fácil registrar essa dinâmica atmosférica, pois as câmeras do rover foram projetadas para fazer imagens de rochas marcianas, e não das nuvens, que são bastante “finas”.

,

Com quase dez anos explorando a paisagem marciana, o rover Curiosity deu uma nova função à sua câmera destinada a buscar antigos sinais de vida no Planeta Vermelho: tentar estimar a velocidade das nuvens que correm acima dele.



Segundo a equipe da NASA responsável pela missão, as nuvens marcianas são muito fracas. Por isso, foram necessárias algumas técnicas de imagem para que elas se tornassem visíveis. Basicamente, várias imagens são tiradas para obter um fundo claro estático. Qualquer coisa que se mova no quadro, como nuvens e suas sombras, tornam-se visíveis após subtrair tal fundo de cada imagem individualmente.

Nuvens no céu de Marte
Os registros do Curiosity foram feitos em 12 de dezembro do ano passado, durante o 3.325º sol marciano (como é chamado o dia em Marte). O rover capturou oito quadros que, combinados, renderam dois filmes das nuvens.
As imagen foram registradas pelo Curiosity em 12 de dezembro de 2021 (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/NYU)
câmera de navegação do Curiosity examinou as nuvens a partir de duas perspectivas. Assim, a equipe da missão poderia calcular a velocidade e altura das nuvens — o que também poderia oferecer informações sobre a composição delas.
Localizadas a 80 km acima da superfície marciana (uma região extremamente fria), a equipe da NASA acredita que sejam nuvens de gelo de dióxido de carbono. Logo abaixo delas, estariam nuvens de gelo de água, normalmente encontradas em menores altitudes.
A NASA não forneceu a velocidade das nuvens marcianas registradas pelo Curiosity, mas elas costumam viajar pela atmosfera a uma velocidade que varia 7 km/h a 35 km/h — rápido o suficiente para fornecer energia eólica se um dia a humanidade se estabelecer por lá.
Fonte: NASA