Confirmado pela ciência: “monstros marinhos” existiram há milhões de anos

Confirmado pela ciência: “monstros marinhos” existiram há milhões de anos

7 de novembro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Pesquisadores encontraram fósseis do enorme Thalassatitan atrox, o animal mais mortífero dos oceanos

Há cerca de 66 milhões de anos monstros marinhos existiram de verdade e chegavam a atingir 12 metros de comprimento. Segundo pesquisadores, essas criaturas chamadas de mosassauros tinham aparência semelhante aos atuais dragões de Komodo, embora apresentassem barbatanas e caudas parecidas com a dos tubarões. Recentemente, uma nova espécie desse animal foi descoberta.

Animal mais mortífero do mar

Os restos fossilizados da nova espécie de mosassauro foram encontrados na bacia de Oulad Abdoun, na província de Khouribga, no Marrocos. Batizada de Thalassatitan atrox, essa criatura caçava animais marinhos, incluindo outros mosassauros. Com nove metros de comprimento e uma cabeça enorme de 1,3 metro de comprimento, era o animal mais mortífero do mar.

Em um artigo publicado no site The Conversation, Nicholas R. Longrich, Professor Sênior em Paleontologia e Biologia Evolutiva da Universidade de Bath, na Inglaterra, explica que esses monstros marinhos prosperaram no final do período Cretáceo, quando o nível do mar era mais alto que o atual e inundou uma grande região da África. Naquela época, as correntes oceânicas, impulsionadas pelos ventos alísios, puxaram as águas profundas ricas em nutrientes para a superfície, criando um rico ecossistema marinho.

A maioria dos mosassauros tinha mandíbulas longas e dentes pequenos para pegar peixes. Mas o Thalassititan era muito diferente: ele um focinho curto e largo e mandíbulas fortes, como a das orcas. A parte de trás do crânio era larga para prender os grandes músculos da mandíbula, o que resultava em uma mordida poderosa. Basicamente essa criatura foi adaptada para atacar e dilacerar grandes animais.