Cientistas britânicos descobrem mais indícios de formas de vida em Marte

Cientistas britânicos descobrem mais indícios de formas de vida em Marte

20 de janeiro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Um estudo realizado por dois cientistas britânicos aponta para mais uma possibilidade de Marte ter abrigado alguma forma de vida em seu passado. De acordo com a pesquisa, que foi realizada pelos dois profissionais da Open University, na Inglaterra, foi encontrado vapor d’água que escapava da atmosfera marciana.

O estudo foi publicado na revista Science Advances e a “descoberta” aconteceu graças ao uso do equipamento NOMAD, que está acoplado nas sondas ExoMars da ESA (Agência Espacial Europeia) e Roscosmos, da Rússia. O dispositivo trabalha para captar e medir a luz que passa pela atmosfera do nosso planeta “vizinho”.Imagem: reprodução

No estudo, os cientistas acreditam que parte da água presente no Planeta Vermelho começou a evaporar na forma de hidrogênio em sua atmosfera. Sue Horne, cientista que liderou a pesquisa, esse estudo são importantes para analisar um pouco mais sobre o planeta e detectar se Marte já pode ter abrigado alguma forma de vida no passado.

Atualmente, já é aceito pela comunidade científica que Marte possui água em suas calotas ou em seu subsolo. No entanto, outra crença aponta que o planeta já teve, no passado, a presença de água na forma líquida, como em lagos ou rios.

Vale lembrar que, no ano passado, em um intervalo de apenas três grandes pesquisas foram iniciadas rumo ao Planeta Vermelho. Os Emirados Árabes Unidos iniciaram a “campanha” com o envio da sonda Al Amal (ou “Esperança”, em português). Eles foram seguidos pela China, que deu início à missão Tianwen-1 e, por fim, a NASA lançou o drone Ingenuity e o rover Perseverance para buscar indícios de vida em solo marciano.Curtir – 4