Celacanto: A designação do nome ‘fóssil vivo’ ou ‘peixe dinossauro’ foi dada por fósseis destes animais terem sido encontrados muito antes da descoberta de um espécime vivo.

Celacanto: A designação do nome ‘fóssil vivo’ ou ‘peixe dinossauro’ foi dada por fósseis destes animais terem sido encontrados muito antes da descoberta de um espécime vivo.

4 de setembro de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Celacanto: A designação do nome ‘fóssil vivo’ ou ‘peixe dinossauro’ foi dada por fósseis destes animais terem sido encontrados muito antes da descoberta de um espécime vivo.

Celacanto

Os celacantos são uma classe de peixes sarcopterígios. Acreditava-se que os celacantos teriam sido extintos no Cretáceo Superior, porém, foram redescobertos em 1938 no litoral da África do Sul.

Acredita-se que o celacanto tenha evoluído ao seu estado atual há aproximadamente 400 milhões de anos. 

Latimeria chalumnae e Latimeria menadoensis são as duas únicas espécies vivas do celacanto.

Vídeo #1: Encontro com o Celacanto

Antes da descoberta de um exemplar vivo, acreditava-se que o celacanto era um parente próximo do primeiro vertebrado a sair das águas, dando origem a um novo grupo de vertebrados conhecidos como tetrápodes, que inclui os humanos.

Novas descobertas apontam que o genoma do Celacanto possui informações que podem ajudar a entender melhor a evolução dos tetrápodes. (Nature, 2013 vol.496 pag. 311-316).

Celacanto surpreende novamente

A característica mais importante do Celacanto é a presença de barbatanas pares (peitorais e pélvicas) cujas bases são pedúnculos musculados que se assemelham aos membros dos vertebrados terrestres e se movem da mesma maneira. 

São conhecidas populações destes peixes na costa oriental da África do Sul, ilhas Comores (no Canal de Moçambique, também no Oceano Índico ocidental) e na Indonésia e decorre um programa de investigação internacional com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre os celacantos, o South African Coelacanth Conservation and Genome Resource Programme (Programa Sul-Africano para a Conservação e Conhecimento do Genoma do Celacanto).

Vídeo #2: Fóssil vivo