Antigo reator nuclear de 2 bilhões de anos foi descoberto recentemente na África do Sul?

Antigo reator nuclear de 2 bilhões de anos foi descoberto recentemente na África do Sul?

9 de junho de 2022 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Enquanto cuidava de seu negócio analisando urânio, um trabalhador de uma usina de processamento de combustível nuclear na França descobriu uma anomalia e tanto, para dizer o mínimo. Ele encontrou uma fonte mineral anormal que parecia diferente de alguma forma e, após mais pesquisas, descobriu o fato de que sua composição era completamente diferente do resto que ele já descobriu.

Enquanto estudava o urânio, ele tinha três isótopos nos quais poderia se concentrar: urânio 238, urânio 234 e urânio 235.

Todas essas amostras chegaram até ele do depósito de Oklo no Gabão e, embora o urânio 235 fosse apenas 0,717%, foi o suficiente para ele entender que não está lidando com circunstâncias normais.

Depois que mais pesquisas foram realizadas, ele percebeu o fato de que a mina em que o urânio havia sido descoberto tinha um total de 200 quilos de urânio dentro, o suficiente para criar 6 bombas nucleares inteiras.

Especialistas afirmaram que esta zona em que foi descoberto era na verdade um reator nuclear de algum tipo que surgiu há 1.800 milhões de anos e foi usado por um total de 500.000 anos.


Ninguém sabe se este é um reator nuclear natural ou não, embora os especialistas concordem que foi artificialmente alterado por alguém ou algo para usar barras de grafite e cádmio para que não exploda em primeiro lugar.