6 CURIOSIDADES SOBRE OS GIGANTES TUBARÕES DA GROENLÂNDIA

6 CURIOSIDADES SOBRE OS GIGANTES TUBARÕES DA GROENLÂNDIA

19 de agosto de 2022 0 Por ucrhyan
Compartilhar:

tubarão da Groenlândia é um dos maiores peixes do mundo. Apesar disso, a espécie que habita os mares gelados do Atlântico, desde a costa norte dos Estados Unidos até a Groenlândia e também boa parte da costa europeia, é pouco conhecida pela maioria das pessoas.

E mesmo estando presente por toda essa área, ele só foi registrado em vídeo pela primeira vez em 1995 — e levou mais 8 anos para que alguém conseguisse um vídeo em seu ambiente natural. Abaixo nós apresentamos outras seis curiosidades sobre esse animal.

1. Eles são muito, muito grandes

(Fonte: dottedhippo/Getty Images)

Os tubarões são peixes que podem variar muito de tamanho, indo de muito pequenos até gigantes dos oceanos. E o tubarão da Groenlândia está mais próximo deste último grupo.

Eles estão entre os maiores tubarões do mundo, tendo exemplares da espécie que chegaram a medir 6,4 metros e pesar uma tonelada. Apesar disso, o padrão é pesar cerca de 400 kg e variar entre 2,4 a 4,8 metros de comprimento.

2. E também são ótimos mergulhadores

(Fonte: Avalon.red/Oceans Image/Alamy)

Uma das principais razões pelas quais os tubarões da Groenlândia são vistos tão raramente é sua capacidade de mergulhar em profundidades extremas. Pesquisadores os registraram chegando a 2.200 metros de profundidade, e às vezes podem ser encontrados relaxando nas encostas e plataformas bem abaixo da superfície do oceano.

3. “Matusalém dos oceanos”

(Fonte: Wikimedia Commons)

Analisando os olhos dos tubarões da Groenlândia, os cientistas descobriram a possibilidade de que esses peixes possam viver 400 anos ou mais. Ao longo da sua vida, esses animais ganham “novas camadas” de tecido na lente dos olhos, que ajudam a estimar a idade deles, assim como os anéis de uma árvore.

As estimativas de idade dos dois maiores tubarões os colocaram em torno de 335 a 392 anos, sendo que a vida deles pode variar entre 252 e 512 anos, sendo 390 a média mais provável. Isso faz deles os vertebrados mais longevos atualmente.

4. A carne é venenosa, mas deliciosa

Carne de tubarão da Groenlândia sendo preparada. (Fonte: Wikimedia Commons)

A carne de tubarão da Groenlândia pode causar sintomas semelhantes à embriaguez grave em humanos. Isso acontece devido ao óxido de trimetilamina presente no tecido da carne desses animais, que auxilia na estabilização de suas enzimas e proteínas contra os efeitos debilitantes do frio severo e da alta pressão da água.

Apesar disso, a carne do tubarão da Groenlândia é também um prato muito apreciado na Islândia. Ele é feito através de um processo de fermentação que remove o óxido de trimetilamina pendurando a carne do tubarão por até cinco meses, eliminando assim os efeitos adversos das neurotoxinas.

5. Os tubarões da Groenlândia não atacam humanos

(Fonte: Doug Perrine/Reprodução)

A maioria dos tubarões não oferece risco algum para os humanos, e o tubarão da Groenlândia é um deles. Existem algumas lendas inuítes relatando ataques desses peixes a caiaques. Porém, até o momento não há um caso documentado de tal encontro.

O tubarão da Groenlândia é grande o suficiente para devorar um ser humano, e com seus dentes afiados não teria muita dificuldade para fazer isso. Mas, felizmente, nós não fazemos parte do seu cardápio.

6. Dieta variada

Assim como os abutres, conhecidos como os depósitos de lixo da natureza por se alimentarem de todo o tipo de carne que encontram, os tubarões da Groenlândia fazem algo parecido nos oceanos.

Eles podem se alimentar de focas e peixes, mas pesquisadores acreditam que os tubarões da Groenlândia são principalmente necrófagos, nutrindo-se de qualquer carne que encontrem pelo caminho. Seja vivo ou morto, nenhum prato é rejeitado por um tubarão da Groenlândia.