Recolher lixo é o novo desafio da Internet

Recolher lixo é o novo desafio da Internet

28 de março de 2019 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:
A ideia que está se espalhando pelo mundo propõe limpar uma área e postar a foto antes e depois

Você já ouviu falar da “Trashtag Challenge”? Essa é a nova mania da internet que está se espalhando pelo mundo. O “Desafio do Lixo” chama pessoas a recolherem o lixo de locais púbicos e postar as fotos do antes e do depois.

Apesar de ter sido criado há quatro anos, só agora o projeto começa a viralizar. A ideia partiu da empresa UCO Gear, especializada em vendas de produtos para atividades ao ar livre como camping, com o objetivo de chamar a atenção para preservação de áreas silvestres.

Steven Reinhold, embaixador da marca, se propôs a recolher 100 pedaços de lixo durante suas aventuras ao ar livre. Quando percebeu que era viável e, infelizmente, muito fácil, fez o desafio por meio de mídias sociais: “Se conseguisse convencer 100 pessoas a juntarem-se, poderíamos realmente fazer uma diferença real“, escreveu.

Na época, muitas pessoas aderiram, mas só agora, depois de um post feito no Facebook há cerca de 10 dias direcionado a “adolescentes entediados”, que a ideia começou a se espalhar.

“Aqui está um novo #desafio para vocês, adolescentes entediados. Tirem uma foto de uma área que precise de alguma limpeza ou manutenção, depois tirem uma foto mostrando o que fizeram em relação a isso e postem a imagem. Aqui estão as pessoas fazendo isso #BasuraChallenge #trashtag Challenge, junte-se à causa. #BasuraChallengeAZ”, diz a postagem.

E as fotos apareceram. Da Índia, México, Espanha, Rússia, Alemanha, Canadá, Estados Unidos, para citar apenas alguns. E o melhor, não só adolescentes aderiram à iniciativa. Tem adultos, crianças e idosos.

Considerando que o Brasil é o 4º maior produtor de lixo plástico em todo o mundo, sem mencionar outros setores que fazem qualquer um corar de vergonha, a “Trashtag Challenge” tem urgência para pegar por aqui. Você pode ver o desafio no InstagramFacebook e Twitter.

Então, o que você está esperando para se juntar a esse desafio?

Fonte