Pesquisador de Harvard reafirma que Oumuamua deve ser um objeto Alienígena

Pesquisador de Harvard reafirma que Oumuamua deve ser um objeto Alienígena

27 de fevereiro de 2019 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Muito se falou sobre o misterioso objeto ‘Oumuamua, e até hoje ninguém sabe com certeza se ele é um cometa, um asteroide ou qualquer outra coisa…

Mas Avi Loeb, cientista chefe do departamento de astronomia da Universidade de Havard, tem outra teoria: ele acredita que Oumuamua é algum tipo de objeto artificial, criado por alguma civilização alienígena.

Já falamos anteriormente aqui em nosso site sobre a possibilidade de Oumuamua ser um objeto feito por alienígenas, mas agora o pesquisador parece ainda mais convicto disso.

De acordo com Loeb, isso não quer dizer que o tal objeto possa ainda estar em funcionamento, afinal poderia ser alguma sucata ou mesmo uma antiga nave abandonada. Loeb disse: “Não temos como saber se é alguma tecnologia ativa ou uma nave espacial fora de operação que continua a flutuar no espaço”.

Fato é que, de acordo com cálculos recentes, Oumuamua não parece ser um asteroide ou um cometa, e algumas estimativas indicam que ele seria na verdade como uma casca metálica, já que reage a radiação solar e se movimenta de uma forma que só seria possível se ele fosse oco ou com baixíssima densidade.

Essas são apenas algumas das polêmicas sobre esse misterioso objeto, mas recentemente o renomado cientista Avi Loeb causou polêmica ao afirmar que a melhor explicação para Oumuamua seria mesmo que ele fosse algum tipo de nave ou sonda alienígena.

Claro que outros pesquisadores não concordaram, e o assunto acabou dividindo opiniões. Alguns dizem que é prematuro afirmar que o objeto não é natural, e outros dizem que não parece haver nenhuma explicação científica razoável fora da teoria do “objeto extraterrestre“.

De qualquer forma, Loeb parece ainda mais convicto sobre a origem extraterrestre de Oumuamua, e recentemente, em uma nova entrevista ao jornal israelense ‘Haaretz’ afirmou: “Assim que sairmos do Sistema Solar, acredito que veremos muito tráfego. Possivelmente nós receberemos uma mensagem dizendo: ‘bem-vindo ao clube interestelar.’ Ou descobriremos várias civilizações mortas, isto é, encontraremos seus restos mortais.”

Na entrevista, o cientista ainda sugeriu que muitas sociedades alienígenas podem estar espalhadas pelo Universo, e que os cientistas deveriam se esforçar para encontrar evidências delas.

“Nossa abordagem deve ser arqueológica. Da mesma forma que escavamos o solo para encontrar culturas que não existem mais, precisamos ‘escavar’ o espaço para descobrir civilizações que existem fora da Terra“.

Ainda segundo o pesquisador, a vida fora da Terra é mais provável do que a suposição de que existe matéria escura no universo, mas os cientistas se dedicam muito a matéria escura e não parecem se interessar tanto por encontrar vida alienígena.

 

Fonte