Papagaios atacam fazendas de papoulas para ficarem “doidões”

Papagaios atacam fazendas de papoulas para ficarem “doidões”

3 de março de 2019 0 Por Jonas Estefanski
Compartilhar:

Agricultores em Madhya Pradesh, na Índia, dizem que suas plantações de ópio (mistura extraída de uma espécie de papoula) estão sendo arruinadas por papagaios que estão atacando suas fazendas em uma tentativa de ficarem “doidões”. O ópio possui ação analgésica, narcótica e hipnótica.

Os fazendeiros têm vigiado as plantações durante o dia e a noite para proteger suas papoulas, mas as aves estão dispostas a arriscarem tudo para obter seus bicos no ópio, que está sendo cultivado para fins médicos.

Usar alto-falantes não livra as fazendas das aves e o problema dos papagaios com o vício em ópio está grave.

O vídeo abaixo mostra os pássaros atacando uma plantação de papoulas e fugindo com vagens da planta.

ANI

@ANI

: Parakeets destroy opium crops in Neemuch, Madhya Pradesh

1.172 pessoas estão falando sobre isso

Segundo a NDTV, os papagaios estão gerando perdas maciças para os agricultores no distrito de Neemuch.

“Em uma vagem de papoula há cerca de 20 a 25 gramas de ópio. Mas um grande grupo de papagaios estão se alimentando dessas plantas cerca de 30 a 40 vezes por dia e alguns até voam com papoulas. Isso afeta o produto”, disse um cultivador de ópio à NDTV. “Esses papagaios viciados em ópio estão causando estragos sérios”, conclui.

Esta não é a primeira vez que os papagaios atacam as fazendas de ópio, isso é um problema antigo e contínuo na área. Os primeiros relatos dos ataques foram feitos em 2015, e eles continuaram desde então.

Em 2017, o departamento de narcóticos do governo emitiu um alerta sobre os pássaros viciados em drogas, depois que roubos de ópio realizados por papagaios começaram a ocorrer em várias regiões diferentes.

Os papagaios são surpreendentemente determinados e estão muito sofisticados nas suas abordagens. De acordo com o relato de um fazendeiro ao The Mirror em 2017, “os papagaios faziam sons quando estavam em grupo, mas os pássaros se tornaram tão espertos que não fazem mais barulho quando se aproximam dos campos”.