Menu
0 Comments

Meteoro explode no céu da Groenlândia, mas nada foi divulgado oficialmente



Compartilhar:

No mês passado, um meteoro atingiu a Terra e ninguém ficou sabendo. Especificamente na base área de Thule, na Groenlândia (base da Força Aérea dos Estados Unidos), o objeto explodiu no céu com 2,1 quilotoneladas de força — equivalente a mais de 2 mil toneladas de dinamite. Acontece que nada foi divulgado oficialmente até então pelo governo dos EUA.

Hans Kristensen, cientista diretor do Projeto de Informações Nucleares da Federação de Cientistas Americanos, soltou a bomba em seu Twitter, contando que “um meteoro explodiu a 43 km acima do radar de alerta de mísseis na Base Aérea de Thule”.

Hans Kristensen

@nukestrat

Meteor explodes with 2.1 kilotons force 43 km above missile early warning radar at Thule Air Base. https://twitter.com/RonBaalke/status/1024371681106620416 
HT @Casillic

We’re still here, so they correctly concluded it was not a Russian first strike. There are nearly 2,000 nukes on alert, ready to launch.

1,505 people are talking about this
Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ele acrescentou, ainda, que, apesar de existirem quase duas mil armas nucleares em alerta, prontas para serem lançadas, a conclusão é de que a explosão foi mesmo de um meteoro, e não de um ataque russo, por exemplo.

Contudo, fica a preocupação quanto aos motivos pelos quais a Força Aérea dos EUA não divulgou um relatório oficial sobre o incidente, ainda que tenham confirmado que não houve impactos na base. Para Kristensen, “se o meteoro tivesse entrado em um ângulo mais perpendicular, teria atingido a Terra com uma força significativamente maior”.

Até então, a NASA também não falou nada sobre o incidente em questão. A agência espacial tem programas de monitoramento de asteroides e meteoros que possam se chocar contra a Terra, mas ainda não se sabe se a agência teria conhecimento deste objeto que atingiu a Groenlândia em julho, ou se sua chegada foi uma surpresa.

Fonte: IFL ScienceBusiness Insider

 

KF

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: